29 de julho de 2012

Presente (muito bom) de grego


     Gosta de iogurte? Então imagine ter nas prateleiras dos supermercados brasileiros o que muitos consideram o "melhor tipo de iogurte do mundo"? A Nestlé lançou há poquíssimo tempo o Grego, que como o nome já diz, tem sua receita original lá pros lados do Mediterrâneo. Diferentemente dos iogurtes que nós estamos acostumados por aqui, o iogurte estilo grego (greek style) é parcialmente ou quase totalmente "coado" depois da fermentação, fazendo com que o soro do iogurte vá embora e a coalhada fique mais concentrada (com mais proteínas e gorduras). Por causa disso, o iogurte fica muito mais cremoso e mais firme, com textura aveludada. Além disso, a Nestlé informa que o iogurte tem menos açúcar, o que faz o sabor ficar bem mais natural. Deve ser magnífico! Eu ainda não achei o novo iogurte da Nestlé por aqui, mas vi que tem várias versões: tradicional, frutas vermelhas e também versões combinadas de iogurte natural com cereais e caldas com pedaços de morango ou abacaxi. Que eu encontre logo pra experimentar!

Nota: Experimentei hoje de manhã (combinado de iogurte e calda de morango) e confesso que me decepcionei. Por ser um iogurte diferenciado e mais caro, esperava que não colocassem goma pra ajudar a consistência ficar mais firme, e mesmo assim, ficou bem ralo perto dos iogurtes greek style que já tive a oportunidade de saborear. Além disso, não sei onde tem menos açúcar. Que iogurte adoçado! Tirou  quase todo o sabor do iogurte, que deveria prevalecer. A calda também é bem doce e quando misturada ao iogurte já adoçado piora tudo. Se você quer experimentar um greek style yogurt de verdade, melhor tentar fazer a própria receita em casa deixando o iogurte natural dessorar num pano fino e bem limpo ou procurar outros produtos.

7 de julho de 2012

Bagels da Wickbold

     Para tudo! Deve ser lançamento. Não achei em nenhum supermercado paulista, em nenhum supermercado mineiro. Nem no site da Wickbold eu achei informações. Muitos pontos pra padaria ao lado de casa que me traz essas novidades. Bagel é um paozinho delicioso bem comum nos Estados Unidos e alguns outros países, que agora chega por aqui pela linha Pães do Mundo da Wickbold. Já perdi as contas de quantos saquinhos dos bagels Multigrãos (esse da embalagem verde) eu já comprei nas últimas semanas. Também tinha um saquinho marrom (no sabor gergelim), mas preferi o Multigrãos que vem com gergelim também, além de semente de girassol, flocos de aveia e semente de linhaça Cada pacote vem com 4 unidades de 40g cada. Super fofinho e saboroso, recomendo muito.

16 de maio de 2012

Biscoitinhos de arroz

     Eu já tinha falado aqui sobre umas bolachas gringas extrusadas e prensadas de milho. Encontrei aqui em São Paulo uma ótima opção feita com arroz. Os mini biscoitos de arroz integral da Camil são super suaves, feitos só com arroz integral e sal. Cada pacote de 150g vem com pelo menos uns 50 biscoitinhos super crocantes que podem ser consumidos puro no intervalo das refeições ou pra fazer canapés. Claro que o produto não tem um sabor muito chamativo, mas colocando umas pastinhas temperadas por cima ficam uma delícia. Por ser feito com arroz integral, os biscoitos são uma boa fonte de fibras. E a quantidade de sal é bem pouquinha (23 mg de sódio em cada 13 biscoitos), reforçando o apelo saudável do produto. Além disso, a embalagem vem com lacre abre-fecha, que ajuda a manter os biscoitos sempre crocantes.

25 de abril de 2012

Chocolate com barulhinho

     Diferente de vários outros chocolates com coco que já comi, o novo Lacta Coco Tostado parece mais equilibrado na mistura dos ingredientes. Ao invés daquele monte de coco encharcado de xarope de glicose que colocam de recheio em alguns chocolates, a quantidade de coco é mínima, mas suficiente pra dar um diferencial no produto sem ficar enjoativo. Dá pra sentir direitinho os pedacinhos de coco estalando na hora da mordida (os pedacinhos são bem crocantes), dando um sabor leve do coco ao chocolate. Do chocolate ao leite, não tem muito segredo: na minha opinião de consumidora, a Lacta leva vantagem em relação às outras marcas de chocolate industrial (chocolates finos não conta) do Brasil. Sinto o chocolate da Lacta mais cremoso e com melhor derretimento na boca.  Bom produto praqueles dias que a gente quer um chocolate sem ser o básico, mas sem muitos enfeites que deixem o chocolate enjoativo. Comprei esses dias nas Lojas Americanas aqui do interior, não sei onde está sendo feita a distribuição nem há quanto tempo existe. A barra de 160g custa em torno de R$5.

9 de abril de 2012

Donuts a qualquer hora


     Eu nunca reparei se tem loja de Donuts aqui em Piracicaba, mas semana passada comprei uma daquelas super máquinas de café espresso e os desejos de comer coisinhas gostosas (e gordas!) junto apareceram. Comecei a procurar por bolos, pães, biscoitos, etc. no supermercado e encontrei caixinhas de Donuts congelados da Melhor Bocado. Eu já tinha comido quiche dessa marca e tinha gostado, mas não tava botando muita fé que um recheio de creme ia descongelar e ficar gostoso. Doce engano, ainda bem! Cada donut vem prontinho, é só deixar descongelar por 60 min e comer. E não fica devendo nada para aqueles donuts que vendem naquela famosa rede existente em várias cidades. Cada caixa de 280 g vem com 4 unidades embaladas individualmente, então não precisa descongelar tudo de uma vez. Eu experimentei o de creme, mas também tem os recheados de chocolate e doce de leite, que já estão na minha listinha de compras. Ah! Também tem caixinhas com a versão mini dos donuts. Vai dizer que não é ótima companhia pra um cappuccino no fim da tarde?

21 de março de 2012

Torrada em palitinhos

     Mais um snack salgado com apelo saudável está disponível no Brasil. O Tickroc da Wickbold é um pacotinho de 27 g com 6 palitos grossinhos feitos de trigo. Tem nos sabores gergelim, castanha do Pará & quinoa e queijo. Experimentei esta semana o de castanha e quinoa. Achei com sabor parecidíssimo de torrada, mas mais agradável na hora de morder e mastigar. Os palitos são bem crocantes, nem muito salgado nem sem sal e possuem quantidade razoável de fibras. Além disso, os palitos se mantiveram íntegros depois de alguns dias na minha bolsa, o que já considero uma vantagem em relação àquelas bolachas salgadas em porções individuais que se desfazem na bolsa virando farofa e ainda por cima são super oleosas. Cada pacotinho tem 100 kcal e aqui no interiorrr de SP eu paguei R$ 1,99.

12 de março de 2012

Um catupiry leva a outro catupiry

 
     Umas semanas atrás fui num hipermercado que nunca vou e prestei atenção numas embalagens chamativas diferentes de requeijão Catupiry Sabores muito bonitinhas que estavam na prateleira. Vi que tinha de azeitonas pretas e ervas finas, mas tirando aquele requeijão mais sólido e genuinamente Catupiry delicioso de colocar na pizza, não sou muito fã de requeijão desses de copo, então nem comprei. Mesmo assim, achei que o produto merecia um post e fui procurar mais informações no site da empresa. Que surpresa maravilhosa ver que eles estão aumentando a variedade de produtos e lançaram há mais de um ano já o Pão de Queijo recheado com catupiry! E eu que sempre compro pão de queijo congelado nunca vi no supermercado. Vem em embalages de 390 g numa caixnha de papelão ou num saquinho plástico e também em embalagem plástica de 1 kg nos tamanhos coquetel (aqueles menores) e tradicional. Muito mais prático do que comprar o catupiry separado, assar o pão de queijo e depois rechear. Pra quem uma vez já comeu quase um pote inteiro do Catupiry tradicional (aquele que vinha na embalagem de madeira) quando era criança e continua achando que pizza tem que ter catupiry original, nem preciso dizer que quero experimentar, né?

     Também lançaram embalagens de 300 g (20 unidades) de petisco de queijo e petisco de camarão recheados com catupiry e empanados, daquelas bolinhas pra fritar. Deve ser bom, mas como tenho pavor de fritar coisas na minha cozinha limpinha e cheirosa, eu vou procurar o pão de queijo mesmo.

8 de março de 2012

Água do mar...pra beber


     Embora nosso planeta seja formado por aproximadamente 75% de água, quase 98% se concentra nos oceanos. Os outros 2% estão quase todos concentrados nos pólos em forma de gelo, ou seja, sobra bem pouquinho de água fresca em rios e lagos que a gente pode beber. E já que a maior parte da água está no mar, nada mais óbvio do que obter água de lá.  Pensando nisso, uma empresa brasileira lá de Bertioga, chamada Aquamare, investiu em tecnologia pra transformar água do mar em água potável. Por um processo de purificação em filtros de poros microscópicos, a água Aquamais fica limpinha e sem aquele sal todo, ficando apta pro consumo. Além disso, alguns minerais importantes pra nossa saúde em pequenas quantidades como o ferro, cobalto, lítio, manganês, selênio, zinco, fósforo e vanádio permanecem na água depois da filtração, o que a diferencia a Aquamais das águas minerais comuns. O preço da garrafa de 500 ml é de cerca de R$ 4 em São Paulo e acredito que num futuro próximo, vai ser a origem da nossa água de consumo diário. Ah! Eles também já colocaram no mercado a água com gás.

8 de fevereiro de 2012

Waffles prontinhos e em vários sabores

     Eu tenho uma maquinhinha de waffles que eu amo, mas que só uso quando tem mais gente na minha casa porque mesmo fazendo meia receita da massa, sobra um monte (e eu detesto guardar massa que vai ovo na geladeira pra usar no outro dia). Agora descubro que a Kellogg's norte-americana tem uma linha inteira dessas delícias chamada Eggo, em vários sabores, tamanhos e formatos. Tem caixas com waffles tradicionais, waffles com morango, waffles com mirtilo, waffles com chocolate, waffles integrais, mini-waffles,  waffles com canela e mais um monte de tipos, todos prontíssimos pra comer, sem ter que bater massa alguma nem usar a maquininha. É tão comum por lá que tem até caixa que vem 60 waffles.

     Além dos waffles, a linha Eggo também tem vários tipos de panquecas americanas (aquela doce, com massa mais grossa do que o crepe francês que a gente chama de panqueca por aqui), com vários sabores também. Nem preciso dizer que eu queria, né?

4 de fevereiro de 2012

Omelete para alérgicos a ovo

     Você sabia que uma parcela considerável da população tem alergia e/ou intolerância a algum alimento? Ainda bem que algumas pessoas pensam nisso e ainda enxergam uma oportunidade no mercado de alimentos especiais. A linha Allergycare, produzida no Reino Unido, tem vários produtos voltados para o público que não pode consumir certos alimentos por causa de intolerância e alergia. A grande parte dos alimentos são para consumidores que não podem consumir glúten (o glúten é encontrado principalmente em cereais como trigo, aveia e cevada). Além deles, são comercializados alimentos substitutos, como o  Egg Free Omelette Mix, que é um pó feito com proteína de soro de leite desenvolvido para as pessoas que possuem alergia a ovo. O potinho com 150 g custa em torno de 4 euros (11 reais). Para preparar, basta adicionar e misturar 2 colherers de sopa do pó em 4 colheres de sopa de água ou leite e fazer como uma omelete comum, adicionando temperos e o que mais você quiser. E se você não tem alergia a algum alimento, agradeça sempre por poder escolher o que comer todos os dias!